BLOG

Glúten faz mal? Porque restringir na dieta?

Avaliação do Usuário: 5 / 5

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

Ele é uma proteína presente naturalmente em muitos cereais, como o trigo, o centeio e a cevada; é o glúten que garante a elasticidade das massas e é o que faz o pão crescer. Ultimamente a restrição dele nas dietas se popularizou, deixando apenas de ser algo atribuído à alimentação de celíacos e passando a integrar planos de emagrecimento ou de vida mais saudável.

 

Mas a dúvida que fica: Glúten faz mal?

A reposta para essa pergunta diverge entre especialistas da alimentação, o consenso é apenas em relação aos pacientes celíacos. Na doença celíaca, o glúten não é bem aceito pelo intestino. Quando ele chega ao órgão desses pacientes, o sistema imunológico acaba destacando células de defesa para atacar essa região, que acabam afetando as vilosidades intestinais, responsáveis por absorver os nutrientes da comida.

As vilosidades inflamam e então não podem desempenhar sua função absorvente causando danos ao trânsito intestinal e ao estado nutricional do indivíduo. O gastroenterologista Alexandre Sakano, do Hospital e Maternidade São Luiz Itaim, na capital paulista, lista os sintomas mais comuns em uma matéria da Editora Abril: “Os sintomas mais comuns são diarreia, dor, distensão abdominal e inchaço”

Mas atenção, estamos falando de uma doença que atinge 1% de toda a população Mundial, ou seja, algo bem específico que atinge 1 em cada 100 pessoas. Doença celíaca é um problema sério que deve ser tratado com respeito.

 

Mas e a Restrição do Glúten na dieta? Como fica?

Celíacos a parte, a restrição de glúten na dieta normalmente é indicada aos ditos sensíveis/intolerantes ao glúten, termos utilizados para pacientes que apresentam mal-estar ao consumir alimentos com glúten e que não são celíacos. Hoje já se admite que até 5% da população tenha esse incômodo embora os especialistas ainda não tenham um consenso para um diagnóstico científico desta situação.

Diminuindo a quantidade de glúten na alimentação, automaticamente você estará cortando boa parte dos carboidratos do seu dia a dia (pão, bolos, doces e etc). A privação deste nutriente vai levar ao emagrecimento e a uma consequente sensação de bem-estar, o que pode te levar a confundir e atribuir o consumo dessa proteína a algum mal-estar ou intolerância.

A perda de peso imediata sob uma dieta sem glúten (e consequente baixo consumo de carboidratos) e a sensação de bem-estar rapidamente popularizou essa ideia como um modelo alimentar de tendência e de saúde. Uma recente pesquisa realizada pelo National Institute of Health, dos Estados Unidos, comparou dietas com consumo restrito de carboidrato e dietas com pouca gordura. Os achados mostram que pessoas que comem poucos carboidratos tem maior perda de peso, além de aumento do índice de colesterol bom, quando comparadas com quem come pouca gordura.

 

Não seja radical, só prossiga com acompanhamento médico!

Não retire o glúten completamente da sua dieta sem passar por um nutricionista ou nutrólogo que lhe faça essa indicação antes! Alimentos ricos em glúten, dentro de uma dieta equilibrada, trazem benefícios para a saúde: ajudam a controlar a glicemia e os triglicérides, aumentam da absorção de vitaminas e minerais, melhoram a flora intestinal e deixam o sistema imunológico mais forte. Restringi-lo por completo só é indicado quando o médico mandar, isto é, em caso de intolerância ao nutriente ou doença celíaca.

Se você não tem sensibilidade e nem é celíaco, pode encontrar um caminho saudável para sua alimentação e o seu corpo sabendo aproveitar os benefícios trazidos pelo glúten e também os da sua restrição, variando a sua dieta. O caminho do meio sempre parece ser o mais acertado. A indústria alimentícia cresceu e se desenvolveu muito nos últimos anos, oferecendo opções com baixo ou sem glúten tão saborosas como qualquer outro alimento, gerando infinitas possibilidades para o seu dia a dia.


Rua Ricardo Georg , 1151 - Itoupava Central, Blumenau - SC
(47) 3337-4078
 faleconosco@bemnutriralimentos.com.br

© 2020 BemNutrir Alimentos sem Glúten. Todos os direitos reservados
Desenvolvido com pela Center Designer